Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias

Avaliação

Avaliação

“Amo esta terra.
A ela me apeguei
com a luz e a pele.
Com o ar
que respirei.

Um patrimônio de chão
transborda
o rosto
de fé e ervas.

Aqui me registrei
nos vencimentos
que me dão
as estações.

Meses, semanas
viajaram comigo
junto ao cinto
de meu espanto
amigo.

Amo esta terra
e sei compartilhá-la
no conselho dos dias.

Amo a trilha
do sol e cada estria.

Passam em mim
gerações
e nem sempre
rejubilam.
Chiam rodas
na roda
de uma sina
estranha à minha.

Se o feito
é dos agravados
e a lei vige
de empreitada
-amo esta terra.

A condição humana
se ergue com ela.
Metros de solidão:
amo esta terra.”

 

Carlos Nejar

O uso deste material é livre, contanto que seja respeitado o texto original e citada a fonte: www.assediomoral.org